Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A falta de atenção para problemas atuais

por cem-noites, em 02.04.15

Sempre achei a Jessica Athayde muito bonita mas nunca segui muito de perto a vida pessoal dela, assim como não sigo a de nenhum conhecido em particular. Porém, e dadas as histórias incríveis que por lá param, dei comigo a ver a entrevista da Jessica para o Maria Capaz, assim como as outras que fui acompanhando desde o inicio do site. Sabia da polémica que tinha existido em volta do corpo da Jessica aquando da Moda Lisboa, do seu apelo (e com razão), a que nós mulheres nos uníssemos e não que fossemos umas cabras umas para as outras  mas não tinha dado, mais uma vez grande importância. E é então que me deparo com a entrevista e penso: 'como é que é possível esta rapariga já ter pesado 42kg?' Cresceu a minha admiração pela Jessica porque sempre a tinha tido como uma rapariga confiante. E é então que damos por nós a pensar 'quantos problemas não caberão num sorriso disfarçado?' 

A Jessica foi uma lutador mas acima de tudo foi um ser humano generoso ao ter partilhado a sua história. Veio a público confessar o seu problema. Usou a sua visibilidade para falar de anorexia nervosa. E quantas raparigas não sofrem por aí em silêncio? Comprei a lux woman deste mês onde vem a Jessica e só pode haver mais e mais e mais admiração. Vai lançar um livro. A contar a sua história. É linda de morte, podia falar do mundo onde tem possibilidade de estar inserida ou das novas cores de verniz mas fala do seu lado mais negro. Disse na entrevista à lux que na altura, os livros de filosofia de auto ajuda tinham sido essenciais e que o deporto a tinha ajudado a descarregar o stress. E vem dar o exemplo agora. E parecem problemas tão distantes, tão intocáveis. As pessoas têm tanto medo de tocar nessa ferida. É quase como que um 'não-existe'. A nossa sociedade ainda é muito assim. Muito vamos fechar os olhos a estes problemas que são graves. E é assim porque vive camuflada pelo silêncio. É assim porque as mulheres continuam a fazer questão de serem uma cabras ranhosas umas para as outras. 

Devíamos olhar mais para o lado e olhar mais para estes exemplos que as pessoas que têm reconhecimento nos dão. Não importa só o que andam por aí a desfilar, nem a cor que escolhem para as unhas amanhã. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:42


2 comentários

Imagem de perfil

De filipa. a 02.04.2015 às 01:02

sei muito bem o que é pesar 42 kg com 1,68m :/
Imagem de perfil

De Emy a 02.04.2015 às 12:52

Também admiro imenso :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor