Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O nosso crepusculo

por cem-noites, em 05.11.14

Perpetua-se a vontade de tocar-te. Não sei quantos minutos mais poderemos passar embalados pela luz do crepúsculo mas sem dúvida que é a nossa melhor hora. A hora em que sinto a tua mão grande a afagar-me o cabelo com suavidade e cada toque dos teus dedos na minha pele como se daquele toque decorresse o girar da terra. Organiza-se ali a melodia do que mundo e o próprio mundo conspira a nosso favor. Dá-nos sempre a melhor luz crepuscular para que possamos estar no nosso tempo finito. O tempo onde criamos harmonia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:01


1 comentário

Imagem de perfil

De Miguel Alexandre Pereira a 07.11.2014 às 00:07

Esses momentos são sempre mágicos e valem tanto a pena ser aproveitados ao máximo. Gostei tanto deste texto :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor