Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Perelimpimpim, Portugal é lindo

por cem-noites, em 17.02.16

Há uns bons anos, quando estava na minha fase da adolescência do 'não dou, nem nunca vou dar a mínima para rapazes' mal eu sabia no que me ia tornar. Ok, isto dito assim soa mau. Não pensem que sou uma galdéria que anda/andou com um batalhão, porque na verdade só tive um (e o ainda atual) namorado. Refiro-me que achava tudo o que envolvia lamechices entre casais uma deprimência. Repito: tudo! E mais ainda o dia dos namorados. E isso continuei a achar uma piroseira mesmo depois de arranjar namorado. Mas a vida é feita de mas. E não com o intuito de celebrar propriamente esse dia, mas mais numa de aproveitar promoções, ele propôs e eu aceitei. E lá fomos passar o fim de semana a Évora. É verdade, o tempo que apanhámos foi simplesmente horrível mas o intuito era conhecermos um bocadinho melhor a zona. No sábado chegámos já perto da hora do almoço e ficámos-nos pelo centro de Évora, onde almoçámos e vimos apenas o templo de Diana. Durante a tarde aproveitámos o que o hotel oferecia para relaxar e como a chuva não ajudou foi esse o mood. Há noite ficámos abismados com a quantidade de pessoas que estavam para jantar no restaurante do hotel e procurámos uma alternativa. E como eu sou, de facto, uma pessoa com muita sorte a aplicação que uso (o zomato) não queria ajudar-nos nem por nada. Fomos para o centro à descoberta e acabámos por descobrir um italiano ma-ra-vi-lho-so, eu sou doida por comida italiana. 

Domingo o dia pareceu amanhecer um nadinha melhor mas depressa se revelou uma ilusão. Uma ventania desgraçada na rua e períodos de (muita!) chuva com granizo. Antes de sairmos do hotel tentámos elaborar um plano daquilo que gostaríamos de visitar em Évora e nas redondezas. E assim foi:

Igreja de S. Francisco - Jardim Público de Évora - Templo de Diana (novamente) -- Reguengos de Monsaraz -- Alqueva

E foi assim que nos fizemos à estrada e conseguimos visitar tudo! Confesso que o que mais gostei foi da igreja de São Francisco e de Reguengos de Monsaraz. Eu adoro mesmo visitar igrejas e a qualquer sitio que vou tento sempre conhecer pelo menos uma igreja. Acho que para os apaixonados de história e de arte (como eu!) faz todo o sentido. Quanto a Reguengos de Monsaraz eu delirei quando lá cheguei com a beleza do sitio. Primeiro porque não ia com muitas, muitas expectativas. Depois porque estava bastante sol quando lá chegámos e acho que isso ajudou bastante e por fim porque o sitio é realmente bonito. Um sitio isolado, transpira tranquilidade e beleza. Apetece-me voltar e ficar! Tirar uns dias ali deve ser qualquer coisa de espectacular. 

E como eu sou uma cabeça de vento, esqueci-me de levar o cartão de memória da máquina. Deixo-vos o que retratei com o meu telémovel e a sugestão de que vale realmente a pena esta 'rota'. 

IMG_5076.JPG

IMG_5094.JPG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:00


1 comentário

Imagem de perfil

De Emy a 18.02.2016 às 01:40

Oh tão lindo!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor