Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Violência contra animais

por cem-noites, em 03.02.15

Bem, hoje estou aqui não para partilhar alegrias, infelizmente, mas para partilhar convosco um acontecimento do passado fim de semana. 

Os meus pais são separados, e o meu pai vive numa aldeia, com campo à volta. Sempre correu tudo dentro do previsto, uma aldeia pacata, sem grandes acontecimentos, até ao dia... O que se passou foi que um senhor, já com alguma idade e certamente com um distúrbio metal (não encontro outra explicação), resolveu que estava farto que os gatitos, o meu e um que costuma andar por lá e brincar com ele, andassem a brincar à sua porta e que miassem e vai daí eis que resolve ser anormal ao ponto de disparar uma bala de pressão de ar contra as patas traseiras do meu gato. O intuito não era matar, era somente acabar com a sua vontade e capacidade de brincar. A bala alojou-se na colou e o meu gato ficou completamente incapacitado fisicamente. Um gato novinho, brincalhão e super meigo. 

Confrontado com a situação, uma vez que até à data sempre tinha falado bem connosco, disse que não sabia que o gato era nosso e ainda nos perguntou quanto queríamos em troca de não apresentarmos queixa quando apresentámos as medidas que iríamos tomar. É verdade. Em pleno século XXI, ainda existem pessoas assim. Cruéis, sem escrúpulos e que acham que o dinheiro compra tudo. Mas não compra. Não compra as lágrimas que eu já deitei, não compra o carinho que o meu gato me dava, não compra chegar a casa e tê-lo no colo a dormir enquanto vejo televisão ou tê-lo a dormir no meu pescoço no inverno como se fosse um bebe. Não compra a dor que vejo nos olhos dele e não compra a voz do veterinário a dizer que não há nada a fazer por não se poder operar naquele sitio. 

Queixamos-nos que a justiça não evoluí, neste caso evoluíu e vamos tirar proveito disso. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:13


5 comentários

Imagem de perfil

De Khaleesi a 03.02.2015 às 21:14

infelizmente, este tipo de coisas não me surpreende. O ser humano é um dos mais cruéis e egoístas que existe, levando a sua vontade avante, custe o que custar. Lamento muito pelo teu gatinho :(
Imagem de perfil

De sweet a 03.02.2015 às 21:48

E fazes tu muito bem em fazer queixa, muita força minha querida que sei que essa situação te deve ter deixado muito abalada.
Imagem de perfil

De marie-claire a 04.02.2015 às 11:37

Realmente há pessoas.... Até fico sem palavras, ainda no outro dia uma colega minha que vive numa cidade ficou sem saber do gato por uns dias, para depois descobrir que o tinham morto. Ainda por cima era um gato bebé. Eu pergunto-me se há pessoas tãos más para os animais nem quero imaginar como elas serão para as pessoas. Isto preocupa-me. Felizmente com a lei que saiu sobre a violência contra os animais podemos fazer alguma coisa.
Imagem de perfil

De Emy a 04.02.2015 às 13:47

Estou chocada, esse homem devia sofrer as consequências do seu acto, acho desumano o que ele fez ... E o gatinho, foi em que sitio?
Imagem de perfil

De Miguel Alexandre Pereira a 05.02.2015 às 22:53

Vergonhoso quando ainda há pessoas assim. Pobre gato =\

http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor